O QUE OCORRE NA MENTE DA GERAÇÃO Z?

By Fabiana Andre 1 ano agoNo Comments
Home  /  Editorial  /  O QUE OCORRE NA MENTE DA GERAÇÃO Z?

Por Isabela Lage

Eís que, aproximadamente a meados dos anos 90, nasce uma geração que não sabe – nem precisa, nem quer – ler o manual de instruções. Uma geração que chegou para revolucionar, para inspirar, para empreender e para causar dor de cabeça às gerações anteriores.

Esta geração, denominada Geração Z, aborda as pessoas nascidas entre 1995 e 2016. E encontra-se caracterizada pelo boom tecnológico, a idealização e o nascimento da World Wide Web, o constante sentimento de insatisfação e de insegurança com respeito ao futuro aguardado.

Apesar de que os “nativos digitais” estão a passar pela Grande Recessão (primeira grande crise económica depois da Grande Depressão), são conhecidos por serem a geração mais tolerante de todas as anteriores, conhecidos pela constante luta pelo reconhecimento e pela aceitação das diferenças.

Sem embargo, estes também são caracterizados pela falta de destreza ao se comunicar. Pois, como é obvio, com a Internet, a interacção com as demais pessoas é menos utilizada e isto cria a famosa “geração silenciosa” – que não fala nem escuta.

O GRANDE PROBLEMA AO SE COMUNICAR COM A GERAÇÃO Z

A geração Z não pretende fazer dinheiro, ou trabalhar todos os dias sem tempos livres, ou estar em uma mesma empresa por décadas. Pelo contrário, de acordo com diversos estudos feitos por sociólogos em todo o mundo, a geração Z é a que mais se preocupa em encontrar a felicidade, criando uma geração impulsiva e, consequentemente, inestável.

Segundo estes mesmos estudos, a Geração Z não se permite fazer actividades que não lhe agradam, são pessoas determinadas e que possuem um elevado auto conhecimento, melhorando o relacionamento consigo mesmo, porém dificultando a interacção com a sociedade.

Este é, de facto, o grande problema na comunicação entre gerações.

A Geração Z anseia em criar um mundo livre, onde pode-se viver sem ter que se preocupar com os que os outros pensam, onde mulher e homem têm o mesmo valor, onde membros da comunidade LGBT+ possam se assumir sem medo aos olhos maldosos quando caminham pelas ruas.

Por outro lado, as gerações anteriores não aparentam estar conscientes das intenções da Geração Z (a qual é chamada de “geração mimimi” pelos mais velhos), com certo grau de rejeição a opinião dada pelos mais novos.

SOLUÇÃO

A Geração Z não quer saber mais sobre famosos perfeitos, sem estrias, celulites, ou rugas. Ela quer ver a realidade. Quer ver as pessoas sem maquiagem, pessoas em seu dia-a-dia, pessoas comovidas, pessoas que mostram os seus sentimentos e que não têm medo de ser feliz.

A solução para comunicar-se com esta geração? Escutar mais e julgar menos.

Category:
  Editorial
this post was shared 0 times
 600
About

 Fabiana Andre

  (1 articles)

Leave a Reply

Your email address will not be published.